Cochonilha: como evitar e combater

Categorias: Dicas, Planta

A cochonilha (Dactylopius coccus) está entre as pragas de jardim que mais estragos fazem ao lado dos pulgões e caramujos. Primeiro surgem pequenas bolinhas brancas que se mantêm praticamente estáticas nos caules mais próximos às folhas. Depois, as folhas começam a apresentar manchas e murchar. Logo em seguida, a planta perde vigor a ponto de, em caso extremos, morrer. Esse é um roteiro resumido de um típico ataque de cochonilhas. Embora minúsculos, medindo não mais do que 3,5 mm, esses insetos sugadores de seiva podem fazer grandes estragos, não apenas pelos nutrientes que rouba, mas também por secretar uma espécie de cera que facilita o ataque de fungos, diminui a capacidade fotossintética da planta e, de quebra, atrai formigas doceiras.

Parentes próximos das cigarras e dos pulgões, as cochonilhas apresentam formas muito variadas, o que dificulta a sua identificação. A coloração pode ser branca, marrom, avermelhada, verde ou enegrecida. Algumas espécies possuem corpo mole e se depositam sobre as plantas como se fosse algodão, enquanto outras têm uma carapaça dura.

A proteção do jardim contra esses intrusos começa na manutenção das plantas em condições saudáveis. O ataque dessa e de outras pragas sempre ocorre em plantas submetidas a condições ambientais e/ou nutricionais impróprias. Entre os fatores que propiciam esses ataques, destaca-se a existência de solo ou substrato inadequados, quantidade insuficiente de luz, falta de água, déficit de nutrientes ou adubação em excesso. Outro fator favorável às cochonilhas é a eliminação dos predadores naturais, como percevejos, joaninhas, moscas e alguns fungos.

Como evitar/ eliminar

  • A cochonilha é fácil de eliminar se for detectada a tempo. Para isso, é importante revisar periodicamente as plantas, tendo especial atenção no reverso das folhas, pois é aí onde se instala esta praga.
  • Uma das formas de eliminar a cochonilha é molhar um algodão em álcool e limpar com ele as zonas afetadas da planta. É importante não deixar nenhuma cochonilha viva, já que poderia infectar a planta de novo.
  • Pulverize a planta com Óleo de Neem ou Óleo Mineral (compre na farmácia e utilize uma tampinha para cada 1 litro de água). Eles são defensivos naturais que criam uma camada impermeável sobre a cochonilha, impedindo-a de respirar. Isso só deve ser feito no final da tarde, quando o sol estiver mais ameno. A aplicação deve ser feita depois da rega.
  • Mova a planta para um ambiente fresco, com muita luz natural.
  • Se a planta infectada é muito grande, ou se tem várias plantas contagiadas, a melhor maneira para eliminar a cochonilha é fazendo uma solução de álcool etílico, detergente e água quente. Borrife as plantas com a solução uma vez por semana durante todo mês para se desfazer da praga.
  • Faça uma poda para remover as áreas mais comprometidas. Se for preciso, seja radical.
  • Lembre-se sempre de separar as plantas afetadas das saudáveis para evitar que a praga se propague. Se a cochonilha persiste após experimentar estas soluções caseiras, deverá fazer uma solução fitossanitária específica para a eliminação da cochonilha.
  • Após uma semana, verifique se o problema foi resolvido. Reaplique a pulverização com Óleo de Neem ou Óleo Mineral. Fique sempre de olho. Se as cochonilhas insistirem, faça uma nova limpeza e continue com as pulverizações semanais, com foco nas áreas mais afetadas. Neste caso, é bom avaliar as raízes da planta e lavá-las em água corrente, com uma certa pressão, para eliminar todas as cochonilhas.
  • – Prossiga com a fiscalização semanal e não interrompa o tratamento de forma alguma.

O controle biológico é muito importante e é realizado por joaninhas e algumas espécies de vespas. Estes insetos agem predando as cochonilhas e outras pragas como pulgões. Portanto deve-se evitar ao máximo o uso de inseticidas sobre as plantas afetadas, pois podemos estar matando os insetos benéficos, sem no entanto afetar as cochonilhas mais resistentes.

Postado em 24 de Abril de 2017 | Faça um comentário »

Deixe seu comentário!