Como cuidar das suas plantas no verão

Categorias: Dicas, Planta

Na estação mais quente do ano, precisamos redobrar os cuidados com nossas plantinhas, pois, o sol e as altas temperaturas colaboram para sua desidratação e perda dos nutrientes do solo.

Por isso, é importante intensificar as regas e os cuidados em geral para que você obtenha o melhor das suas flores e plantas nessa estação.

Assim como no inverno, em que as plantas sentem o clima frio, no verão elas também sofrem com o calor; e algumas espécies mais que outras.

Cada planta de uma necessidade

Embora numa estação quente todos sintamos “calor”, você precisa se informar sobre cada espécie de planta que possui no vaso ou jardim.

Elas têm necessidades diferentes em si tratando de consumo de água: você não vai regar suas orquídeas e cactos na mesma intensidade que irá irrigar seu gramado.

Espécies resistentes

Estas espécies resistem a qualquer coisa: sol intenso, sombra permanente, pouca água e até mesmo a donos inexperientes.

  • Cactos são ideais para áreas externas. Eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias.
  • A Clúsia pode ser cultivada até à beira-mar, onde outras plantas não sobreviveriam. Suporta de sol pleno à meia sombra, mas pede regas periódicas.
  • Facilmente adaptável, a Iúca vai bem em locais fechados e também resiste a sol pleno. As regas devem ser espaçadas, deixando o solo seco na maior parte do tempo. Suas folhas costumam juntar muito pó e, por isso, devem ser limpas constantemente.
  • O dasilírio gosta de sol intenso e de pouca rega. Mas é preciso tomar cuidado: sua haste serrilhada pode machucar. É recomendável plantar essa espécie em locais de pouca circulação.
  • A lança-de-são-jorge gosta de sol pleno ou boa iluminação indireta. Seu crescimento é lento, mas ela é muito resistente. A rega pode ser feita uma vez por semana, mas o vaso deve ter boa drenagem, pois a planta pode apodrecer com o acúmulo de água.
  • O fícus aceita ser cultivado tanto a pleno sol como à meia sombra e pede poucas regas. Se plantá-lo em vaso, escolha bem o local, porque ele não gosta de mudanças depois de adaptado.
  • Da família das suculentas, a babosa suporta tudo: sol pleno, meia sombra, pouca rega e variações bruscas de temperatura.
  • A espada-de-são-jorge tem crescimento lento, mas é resistente. Pode ser cultivada a pleno sol ou à meia sombra. Aguenta frio e calor e não precisa de muita água. Aliás, cuidado para não deixar o vaso encharcado.
  • A moreia resiste ao frio e ao calor, mas prefere ser cultivada em clima moderado. Já as regas devem ser periódicas. Apresenta floração branca, com detalhes amarelos, e forma tufos densos. Por isso, as mudas devem ser plantadas com certa distância.
  • Sol pleno não é com ela: a herbácea zamioculca gosta mesmo é de lugares sombreados e áreas internas. Quanto às regas, é preferível deixá-la passar sede a regar em excesso.

Gramados precisam de muita água

irrigacao-automatizada

Se você tem qualquer espécie de grama no seu jardim, principalmente a grama esmeralda, prepare um extra pra conta de água, pois ela vai aumentar. Os gramados em geral, tendem a secar no verão se receberem regas fartas diariamente.
Com a terra aquecida, a água evapora antes mesmo de chegar até as raízes. Além disso, molhar folhas e depois expô-las ao sol pode provocar queimaduras e manchas.
Evite regar durantes o sol forte, opte por de manhã, até as 9 h ou, preferencialmente, a noite.

Aproveite o verão para fazer cercas vivas

Se você quer fazer uma cerca viva, quadradinha, ou podar uma planta em formato redondo, aproveite essa época. Com o crescimento acelerado dos ramos, você pode conseguir formatos regulares com muita rapidez.

Postado em 5 de Fevereiro de 2018 | Faça um comentário »

Deixe seu comentário!