Como cuidar do seu gramado

Categorias: Planta

Se você pretende plantar algumas leivas de grama e fazer um belíssimo gramado, saiba que precisará investir tempo e ter cuidados diários na manutenção dele. Mas o resultado é, verdadeiramente, recompensador, afinal, em épocas de “concreto e ferro” é sempre bom nos aproximarmos mais da natureza.

Os tipos de grama mais comuns são:

  • Grama Esmeralda: é uma ótima opção para jardins que pegam bastante sol. Possui folhas bem verdinhas e finas e pode sofrer pisoteio leve.
  • Grama São Carlos: é indicada para áreas com sombras. Possui folhas mais largas e escuras e é bastante resistente a pragas sendo sensível à falta de água.
  • Grama Santo Agostinho: é indicada para regiões com muita incidência de chuvas e próximas ao litoral. Suas folhas são verde escuro e elas são mais delicadas do que a São Carlos.
  • Grama Coreana: chamada de grama japonesa ela é indicada para paisagismo, mas não deve ser usada em locais que sejam pisados por pessoas e animais.

Molhando a Grama

“Água” é o ponto mais importante para que o gramado se mantenha verde e saudável. As gramas, normalmente, são muito resistentes, mas como toda planta, se não receber água suficiente para sua hidratação, vai morrer.  Se você reside numa região que não chove há dias, certamente terá que irrigar. Observe se a terra está seca ou se as folhas estão se fechando, se estiverem, significa que precisa irrigá-lo.
A rega precisa ser farta, mas não deve encharcar a grama.
O melhor horário para molhar seu gramado é de manhã até as 9h. Isso porque o sol está mais fraco a dará tempo para que a grama seque ao longo do dia.

Não se deve molhar a grama ao meio dia tão pouco a noite.

  • 12h – a planta está absorvendo menos água, se protegendo do calor, e evitando perder água para o meio externo.
  • A noite – A umidade, sobre as folhas pode estimular a proliferação de pragas.

Cortando a Grama

Cortar a sua grama com frequência (sempre que necessário) dará boa saúde e aparência ao gramado.
A grama que você plantou é que define a quantidade de corte. Mas no geral, você deve se organizar para, no verão, cortar a grama 1 vez por semana e no inverno, a cada 15 dias.
Você pode cortar 1/3 da altura da grama, de uma forma que não apareça a parte branca do caule para que ela cresça com saúde.
Após cortar, é importante varrer o jardim para tirar o resto de grama que se depositou.

Adubando o Gramado

Quer deixar seu gramado resistente e bonito? Então, 1 vez por ano, no início do inverno, deposite sobre ele uma fina camada de terra adubada.
Se preferir não usar uma terra adubada, poderá aplicar adubo orgânico ou químico:

Adubo orgânico

É feito do descarte de resíduos de produtos de origem animal ou vegetal, que através da compostagem, se transforma em um adubo de absorção lenta, mas com um resultado duradouro.

Adubo químico

São obtidos da extração mineral ou refino do petróleo. Um exemplo é o fertilizante NPK: como é um produto forte, é jogado sobre a grama e aos poucos, com a irrigação, penetra no solo e é absorvido pelas raízes (não deve ser misturado à terra). Sua vantagem é o fácil manuseio e absorção, mas isso também faz com que seu efeito passe mais rápido, exigindo nova adubação dentro do prazo de 3 a 4 meses.

Ter um gramado em alguma parte do seu terreno ou nele todo é a típico clichê que “dá trabalho mais vale a pena”. E, se precisar de uma orientação pra essa tarefa, conte conosco.

Postado em 16 de outubro de 2017 | Faça um comentário »

Deixe seu comentário!