Conheça as principais plantas aquáticas

Categorias: Decoração, Dicas, Planta

As plantas aquáticas são importantíssimas para o funcionamento perfeito do ecossistema ao qual elas desenvolvem-se. Elas desempenham um papel vital no desenvolvimento de uma lagoa ou lago.

Quem possui um lago no jardim e desejam criar um ambiente natural, as plantas são uma maneira excelente para criar uma aparência mais orgânica. As espécies aquáticas não só ajudam a filtrar a água, mas também fornecem nutrientes benéficos, oxigênio e sombra para os peixes que podem estar vivendo na lagoa.

Abaixo citamos algumas das principais plantas aquáticas que podem ser cultivadas em lagos no jardim, aquários e espelhos d’água.

Flor de Lótus

A Flor de Lótus pertence à família das Ninfeáceas, nasce normalmente em locais úmidos e alagados. Possui uma beleza exótica e carregada de simbolismos em diversas culturas. De pequeno porte, costuma atinge uma altura média de 50 centímetros acima do nível da água onde é cultivada. O caule e a raiz dessa espécie vegetal ficam embaixo d’água, enquanto as flores ficam flutuando. São flores solitárias e chegam a ter 25 centímetros de diâmetro. Elas aparecem em uma série de cores e são adornadas por lindas folhas verde-azuladas. A Flor de Lótus pode ser cultivada em lagos, tanques e espelhos de água que tenham exposição ao sol.

Eichhornia Crassipes

Também conhecida como Planta Aguapé, Baronesa, Orelha de Jegue, Jacinto D’água e Miriru, pode ser considerada como uma praga ou uma planta muito benéfica. Serve de abrigo natural a organismos de vários aspectos, é composta por 95% de água. É usada em rios ou lagos que estão poluídos, pois atua sobre as moléculas tóxicas.

Com rápida proliferação pode prejudicar a navegabilidade dos rios e causar problemas em reservatórios de usinas hidrelétricas. Por isso, se você for planta-la em um lago no jardim, preste atenção e mantenha sua poda.

Sombrinha-Chinesa

Seu nome científico é Cyperis Alternifolius , por causa do formato de suas folhas ganhou o apelido de “sombrinha-chinesa”. Deve ser cultivada em sol-pleno ou meia-sombra. É uma ótima planta para ser cultivada em lagos ornamentais, porém, suas raízes devem ser controladas. Alcança até um metro de altura e sua propagação pode se dar por sementes.

Salvinia Auriculata

Popularmente conhecidas como “Mururé Carrapatinho” e “Orelha de Onça” e geralmente usadas na decoração de aquário. Sua reprodução é feita em qualquer ambiente que tenha um pouco mais de umidade. A Salvinia possui um formato bem particular, além de flutuar de forma graciosa.

Alfaces D’água

Pertencente à família das Araceae, o Alface D’água é uma planta aquática que possui 104 gêneros e mais de 3.000 espécies diferentes. Possui características ornamentais e por isso é muito utilizada na decoração como planta flutuante. Pode ser cultivada em aquários, lagos, fontes e espelhos de água. A planta não tolera temperaturas baixas, e vive em águas rasas. Porém, se adapta com facilidade a lugares mais profundos. Ela também sombreia a água, ajudando mantê-la fresca, proporcionando um esconderijo acolhedor para os peixes que vivem na lagoa.

Por fim, nem todas as plantas aquáticas podem ser usadas em lagos e espelhos d´água. Evite plantas invasoras, como Myriophyllum spicatum, a Arundo donax e Hydrilla verticillata. Estas plantas podem se espalhar em riachos e lagos próximos e causar grandes problemas. Além disso, algumas plantas podem ser tóxicas para os peixes.

 

Postado em 13 de junho de 2017 | Faça um comentário »

Deixe seu comentário!