Plantas para sua casa de praia

Categorias: Dicas

Se você tem uma casa de praia, no litoral, mas não necessariamente na beira da praia, sabe o quão maravilhoso é poder aproveitar esse espaço ao longo do ano, nas férias, nos feriados e quando é possível fazer aquele final de semana prolongado.

Mas, sabe também que, é necessário manutenção geral, inclusive do jardim, senão nem vale a pena ter uma área verde. E manutenção envolve investimento financeiro com um caseiro ou um jardineiro esporádico; cortar a grama, regar as plantas, podar arbustos, tudo isso demanda tempo e é extremamente necessário se você preza por uma área verde, bonita e limpa.

Se você está planejando o jardim da sua casa de praia, precisa ter algumas cautelas; é importante avaliar espaço físico, tipo de planta indicada e contraindicada na região, cuidados específicos com cada espécie.

Agora, o que talvez você não tenha se dado conta é que você pode ter uma área verde exuberante, e que exija poucos cuidados, se optar por plantas mais independente e que não necessitem de regas constantes.

O Brasil, na maioria dos estados apresenta clima tropical, sem estação invernosa e com temperatura média do ar em todos os meses do ano superior a 18 °C. Porém Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná tem clima subtropical, temperatura média anual menor que 18ºC, com geadas, neve e muito frio em alguns pontos específicos.

Então, planeje seu jardim com plantas que sobrevivem ao clima tropical ou ao clima subtropical, de acordo com a geolocalização da sua casa de praia.

Clima tropical e subtropica

Véu-de-noiva

(Gibasis schiedeana)

Família: Commelinaceae.

Clima: Tropical, subtropical.

Origem: América Tropical.

Substrato: Leve.

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Regular.

Planta pendente com ramificações muito numerosas, longas e finas, formando cortina densa daí a razão do nome popular, folhas verde-escuras arroxeadas na face inferior. Inflorescência terminal com flores brancas, formadas o ano todo.

Begônia

(Begônia rex. híbrida.)

Família: Begoniaceae.

Clima: Subtropical, tropical.

Origem: América tropical.

Substrato: Muito leve com matéria orgânica.

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Regular, a begônia não tolera excesso de água, isso causa apodrecimento da raiz.

Herbácea rizomatosa de folhagem ornamental. Folhas dotadas de notável variação de colorido, apresentando tons róseo, vermelho, acobreado, branco, roxo claro e escuro, cinza prateado, além do verde. Inflorescências eretas com flores cor-de-rosa de importância ornamental secundária. Não tolera baixas temperaturas.

Dinheiro-em-Penca

(Callisia repens)

Família: Commelinaceae.

Clima: Sob-tropical, tropical.

Origem: América tropical.

Substrato: Leve e bem drenado

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Leve, tendo cuidado com excesso, pois a planta não tolera umidade excessiva na raiz, podendo apodrecer.

Planta pendente muito ramificada com folhagem ornamental. As folhas são cerosas, adensadas ao longo da ramagem, formando um tapete denso, as flores são pequenas e brancas, apresentando importância ornamental secundaria. Pouco tolerante a baixas temperaturas.

Lambari

(Tradescancia Spp.)

Família: Commelinaceae.

Clima: Subtropical, tropical.

Origem: México.

Substrato: Leve.

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Regular.

Herbácea suculenta de folhagem ornamental. Folhas verde-arroxeadas, com duas faixas prateadas brilhantes na face de cima e roxas na face de baixo. As flores são de cor rosa-arroxeadas pequenas e pouco vistosas. Não tolera baixas temperaturas de inverno.

Samambaia

(Nephrolepis ssp.)

Família: Davalliaceae.

Clima: Tropical, subtropical.

Origem: América do Sul, América Central e México.

Substrato: Leve com muita matéria orgânica.

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Regular.

Herbácea rizomatosa vigorosa, com frondes longas e largas, rijas, finamente divididas formando touceira volumosa com efeito de massa. Relativamente rústica e tolerante ao frio.

Jibóia

(Epipremnum pinnatum)

Família: Araceae.

Clima: Subtropical, tropical.

Origem: Ilhas Salomão.

Substrato: Leve com matéria orgânica.

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Regular.

Semi-herbacea de folhagem muito ornamental. Folhas espessas, coriáceas, variegadas de amarelo ou branco, grandes nas plantas idosas nas jovens a ramagem é fina e as folhas pequenas, sem variegação. É pouco tolerante a baixas temperaturas.

Clima subtropical

Hera Roxa

(Hemigraphis alternata)

Família: Acanthaceae.

Clima: Subtropical.

Origem: Ásia.

Substrato: Normal.

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Regular.

Herbácea de folhagem enrugada ou crespa roxo-esverdeada, muito ornamental. Inflorescências em espigas curtas, com flores pequenas e brancas, sem valor ornamental, formadas durante o inverno e primavera. Não resiste a climas frios.

 

Clima subtropical e temperado

Lanterna-chinesa

(Abutilon striatum)

Família: Malvaceae.

Clima: Subtropical, temperado.

Origem: Brasil.

Substrato: Normal com matéria orgânica.

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Regular.

Planta pendente ou conduzida como trepadeira, com ramos longos, reclinados de folhagem e florescimento ornamentais, flor amarela e vermelha.

Liriope

Barba de Serpente

(Ophiopogon jaburan)

Família: Ruscaceae.

Clima: Temperado, subtropical.

Origem: Japão.

Substrato: Regular

Ciclo de vida: Perene.

Irrigação: Regular.

Herbácea com folhas laminares, estreitas, longas, espessas, recurvadas, na forma variegata e verde de grande efeito ornamental. Inflorescências em espigas curtas, com flores brancas, de importância secundaria como fator ornamental.

 

Da mesma forma que existem espécies que se adaptam muito bem ao clima tropical, existem outras que não devem ser cultivadas nesse local, como as azaleias, roseiras, pinheiros e hortênsias. Essas plantas são nativas do clima temperado, o que dificulta a adaptação ao clima litorâneo.

 

Postado em 11 de fevereiro de 2019 | Faça um comentário »

Deixe seu comentário!